quinta-feira, outubro 28

::DECIFRA-ME OU TE DEVORO: ENCERRANDO CICLOS...


Desassossego "Marthiniano"
Das virtudes pela consciência

(...)
"Desassossegados do mundo correm atrás da felicidade possível, e uma vez alcançado seu quinhão, não sossegam: saem atrás da felicidade improvável, aquela que se promete constante, aquela que ninguém nunca viu, e por isso sua raridade.

Desassossegados amam com atropelo, cultivam fantasias irreais de amores sublimes, fartos e eternos, são sabidamente apressados, cheios de ânsias e desejos, amam muito mais do que necessitam e recebem menos amor do que planejavam.

Desassossegados pensam acordados e dormindo, pensam falando e escutando, pensam ao concordar e, quando discordam, pensam que pensam melhor, e pensam com clareza uns dias e com a mente turva em outros, e pensam tanto que pensam que descansam.

Desassossegados desconfiam de si mesmos, se acusam e se defendem, contradizem-se, são fáceis e difíceis, acatam e desrespeitam as leis e seus próprios conceitos, tumultuados e irresistíveis seres que latejam.

(...)

Desassossegados têm insônia e são gentis, lhes incomodam as verdades imutáveis, riem quando bebem, não enjoam, mas ficam tontos com tanta idéia solta, com tamanha esquizofrenia, não se acomodam em rede, leito, lamentam a falta que faz uma paz inconsciente.

Desta raça somos todos, eu sou, só sossego quando me aceito."

Martha Medeiros


Tempo de iniciativas. Mudanças estruturais. O que fazer quando a cabeça não acompanha o coração e o querer não segue suficiente para agir? São dúvidas que surgem no caminho, apegos de ilusões comprometidas, sonhos e pontos inacabados. 


Difícil demais ousar a dar o próximo passo, quando sequer sabemos que podemos andar. Paralisia de si. Inércia diante do cotidiano. Inoperância que atinge o físico, de forma que a mente trabalha em contínua exaustão e embate de idéias insanas e turvas. É paradoxal. Um ócio criativo extremo. Um precipício a liberdade de pensar para depois agir. Uma travessia cruel.

"Não se conhecer a si mesmo revela a prudência do idealista: uma pessoa que tem razões para não se ver claramente a si própria e que é assaz inteligente para não esclarecer as suas próprias razões "
 Nietzsche , Friedrich 

Inacabados são os assuntos que insistimos em perdurar quando nada segura, de fato, o objeto no presente. Devemos abandonar a interdependência de situações e pessoas em busca da resolução dos conflitos reticentes. Difícil é a tarefa de aceitar que mesmo sem lotação e com assentos vagos, o trem ainda segue pelos trilhos, rumo a próxima estação. Tudo continua, mesmo que vago, vazio. Natural e comum são os "inacabados". Estes, por consciência individual única, tornam-se findos quando encerrados, com o perdão da redundância no termo aplicado, mesmo que na prolongação ou conformidade com o espectro que nos persegue.

Um passo a frente. E outro a se seguir. Como não olhar para trás, se o que somos é oriundo do que nos transformou? Nostalgia do que se foi é necessária na reavaliação do que somos e nos tornaremos por conseguinte. 

Tudo o que acontece é precedido de uma razão que origina o fato. Racionalizar demais é perder-se em si. Prisão sentenciada pela busca da liberdade de um elemento intangível, o livre do Ser, no espírito. Atributo prometido aos tolos que percorrem o arco íris em busca de seu fim e da promessa do pote de ouro. A glória em ouro, a transparência da cela encontra-se no caminho percorrido e não na promessa de que um dia, a busca encontrará o termo final. 


"Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és..
E lembra-te: Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão"
Fernando Pessoa

Caminhos pelos percursos, travessias pelos andares. Ausência da pretensão de chegar, desde que a busca permaneça. É a sede da batalha sem a percepção da vitória que assossega o espírito guerreiro. Paixão pela sede em busca d' água, mas em torno do deserto que nunca a saciará.
"A persistência é o caminho para o êxito"
Chaplin

A vida por princípios assemelha-se ao doce que não se pode engolir. É a culpa pela limitação. A ação revestida de hipocrisia grifada. É o ato da cegueira de Saramago, frágil quando revelada a realidade do espírito que nos põe diante do instinto e paixão demasiadamente humanas. Sentir sem "Ser". "Querer" sem fazer. Pensar com aspas.

A escolha do passo adiante, do caminho cruzado com um destino percorrido e diante de si vai além da limitação moral. É o rompimento desta. Dilaceração do bem estar dos felizes enganos do cotidiano e sua mediocridade alegre e satisfeita. É o encontro com a insatisfação, a busca pelo desassossego. Promessa de liberdade para uma prisão em si, de transparentes barreiras, com reluzentes caminhos sem pontos de chegada, mas tão somente de partida. É a saída do engano para o encontro com o desencontro. Procura-se por indagações, em torno de respostas sem dizeres. Conformidade com a relatividade das coisas no que tange ao pensar, ao intangível real. Assumir a qualidade do humano em demasia com o ser em si.

Ações oriundas de impulsos instintivos ocasionados pelas paixões livres do indivíduo, vão de encontro com a essência precípua do desapego do "Ser" do espírito. Pássaros livres, espíritos guerreiros que buscam a batalha mais do que o logro pela vitória. Caminhadas ávidas na sede pelo conhecer e compreender, ultrapassadas as fórmulas prometidas do "saber". Escolher o desengano, romper com o incauto. É o corte das asas para poder voar. Paradoxo do eterno labirinto sufocante da liberdade aprisonada no pensar do Livre e preso Espírito em si, numa dinâmica muito mais elevada e consciente. 


"A prudência é o olho de todas as virtudes"
Pitágoras

Ser, como verbo de existir,  no espírito, na ação, na impulsão do instinto animal cercado das paixões tão mundanas. Ações por impulsos, norteadas pelos olhos da prudência racional e na persistência em busca do êxito, do mérito na liberdade em busca da identidade, a maior das prisões "after all".

Busca pela inquietude, desassossego e eterna consciência insaciável de si a despeito do "ego" que não prepondera. É o querer em verbos de ação ,no encontro dos caminhos pelos percursos, das travessias pelos cruzamentos, dos andares pelas pernas, sem potes de ouro, pontos de chegada ou quietude de respostas. É o trajeto do absoluto, na relatividade da realidade concreta. Despido de amarras em prol da realidade na utopia de viver. Ainda não sei ao certo se é o encontro com a cegueira ou a verdadeira visão. 


"Conformar-se é submeter-se e vencer é conformar-se, ser vencido. Por isso toda a vitória é uma grosseria. Os vencedores perdem sempre todas as qualidades de desalento com o presente que os levaram à luta que lhes deu a vitória. Ficam satisfeitos, e satisfeito só pode estar aquele que se conforma, que não tem a mentalidade do vencedor. Vence só quem nunca consegue."
Fernando Pessoa

"Sentir é criar. Sentir é pensar sem ideias, e por isso sentir é compreender, visto que o universo não tem ideias."
Fernando Pessoa

"A maioria pensa com a sensibilidade, eu sinto com o pensamento. Para o homem vulgar, sentir é viver e pensar é saber viver. Para mim, pensar é viver e sentir não é mais que o alimento de pensar."
Fernando Pessoa

Para que esse embate? Daí te respondo: Em busca da arte de viver em criação, casada com a essência do "eu sou". Agora entendo o espírito da transformação na origem da persistente luta pelo "ser quem sou" prudente em minhas virtudes.


"Desejo para mim o espírito dessa frase, transformada a forma para casar com o que sou. Viver não é necessário, o que é necessário é criar"
Fernando Pessoa

.:. Girly Stuffs.com .:.
    Decifra-me ou te Devoro...


26 comentários:

Danusia Miranda disse...

me inquietou, desassossegou e instigou o meu pensar...
absurdamente inteligente!

Anônimo disse...

Não existe nada mais atraente do que a inteligencia bem explorada do individuo. essa, aliada a beleza completa, ao enigma ao redor e paixao declarada é um vicio delicioso.

claudia cabral disse...

apaixonante

@Corsario_MG disse...

Absolutamente espetacular!

@realwidsor disse...

@realwidsor 7:58pm via Twitlonger

Obrigado por compartilha!Show!o/ RT @amoda_mania:@realwidsor Post: Encerrando ciclos, sacudindo a poeira, (cont) http://tl.gd/6muc4i

@realwidsor disse...

@realwidsor 8:06pm via Web

@amoda_mania @Girly_Stuffs melhor ainda compartilhar, vlw, thx! o;)

@kamilinhaBrito disse...

@kamilinhaBrito 8:09pm via Web

@Girly_Stuffs Obrigada por compartilhar, adorei o blog!

@heitorlimaa disse...

@heitorlimaa 8:26pm via Web

@Fashionist_a legal, obrigado por me mandar esse link.

@Laynneolliver disse...

@Laynneolliver 12:47am via Web

@Girly_Stuffs Mto bom! Super indico -> http://ow.ly/31eOa

Anônimo disse...

o que me impressiona é a intensidade de sentir em cada palavra escrita.

uauu

@ViNietzsche disse...

@ViNietzsche 1:09am via Web

mto bem

Anônimo disse...

brilhante...

Professor Roberto Silvano C. Amaral disse...

de incrível complexidade e estruturação narrativa.
Um pensamento inquietante e argumentativo

Parabéns

Mara Farias disse...

Adoro as suas citações,inquietam mesmo!

@Biiamrqs disse...

@Biiamrqs Oct 29, 3:58pm via Web

@amoda_mania Gostei muito do POST. (: Blog esta nos favoritos =*

@katymv disse...

@katymv 1:24am via Web

@Girly_Stuffs Obrigada pela indicação do blog, adorei. ;)

Bernardino W. disse...

Tiro o chapéu, bato palmas, me ajoelho e reverencio....
que trabalho!

Marial Luiza M. disse...

fascinante e incrível!

@Biiamrqs disse...

@Biiamrqs: @amoda_mania Gostei muito do POST. (: Blog esta nos favoritos =* 3:58pm, Oct 29 from Web

@Cruz_Guilherme disse...

@Cruz_Guilherme 6:26pm via TweetDeck

@Superbonita_ @E_stilo Valew pela dica! Gostei mesmo!!! *-*

@h0stio disse...

@h0stio 11:07pm via HTC Peep

bellísimo xD

@caah_tengan disse...

@caah_tengan 1:59pm via Web

@amoda_mania adorei o post *-*

@andrela disse...

@andrela 9:43am via Web

@Girly_Stuffs linda frase ;*

@semchance_ disse...

@semchance_ 9:36am via Web

nossa!!! bom demais!!!
Hide conversation

@shirleyviana disse...

@shirleyviana 1:29pm via Web

Ameiiii o blog, slavei nos meus favoritos, sendo seguido também no twitter, bjos...

@VIVIdaDSolteira disse...

@VIVIdaDSolteira 1:59pm via Web

@Girly_Stuffs @martha_medeiros Adorei o blog!!! Os textos são muito interessantes. Com cereteza sempre estarei acompanhando. Cherry Kisses

Related Posts with Thumbnails