segunda-feira, setembro 6

UM CONTO QUASE DE FADAS




A PRINCESA, O PRÍNCIPE, O SAPO E UM ESPELHO
Era uma vez...

Todas, desde cedo, aprendemos a sonhar com um príncipe encantado num cavalo branco, disposto a salvar uma indefesa princesa de toda a realidade borralheira que a cerca. Logo, chega a fática constatação de que tal sonho não passa de uma ilusão e que, ilusões, por serem ilusões, costumam  nos enganar da realidade, apesar de serem criadas a partir dela. A boa notícia é que, quando as pequenas princesas crescem e  tornam-se mulheres modernas, sabidas e cheias de graça, tomam a espada, a pena e o cavalo branco e partem em busca de algo muito mais encantador e rodeado de desafios e mistérios.

Tudo isso ocorre após uma grande descoberta: o espelho. Sim, meninas princesas, que ainda não chegaram a esse capítulo da história... Um espelho empoeirado, escondido lá no calabouço do castelo. Quem diria, que logo aquela peça antiga e esquecida, seria a "chave" para a abertura da prisão e fim da angústia e desespero de anos e anos de contos de fada?! Ao retirar a poeira que encrostava aquele lindo objeto, a princesa leva um susto. Vê sua imagem refletida nele...e daí a grande reviravolta na história...

Como bom início de uma grande e espetacular história, tudo começa de um jeito assustador, enigmático. A princesa, ao se deparar com a imagem refletida no espelho, cai num mundo desconhecido, cinza, cheio de emoções esquisitas, pessoas estranhas, situações reais. Ela pensa que a bruxa má a colocou ali, por desafiar sua beleza, poder e comando. Mas a história não é bem assim...

Aonde estaria o príncipe encantado para resgatá-la dali? Seria ele a promessa de amor verdadeiro e garantia de um final feliz? E a princesa vai em busca desse príncipe, único capaz de desfazer o feitiço da terrível bruxa má, por todo um mundo chuvoso, sem sentido, cinza e amargo. O que a move, nesse momento, é a certeza de seu sangue nobre e especial. Paradoxalmente, ela até sente-se feliz, por saber que o conto de fadas já se iniciou e logo logo, viria a parte do "E foram felizes para sempre". Bastava apenas encontrar uma fada madrinha pelos cantos, que o problema seria resolvido, e o príncipe, cumpriria rigorosamente com seu papel, salvando-a daquele terrível Mundo Real. 

O tempo vai passando e a princesa permanece nesse mundo...e já começa a indagar se o príncipe realmente virá. Algumas vezes, chegou a acreditar que o tivesse encontrado, mas o feitiço da bruxa era cruel...pois justo quando estaria pronta para entrega-lhe seu coração, o príncipe desencantava e tornava-se sapo. E a princesa, cada vez mais longe de casa, ia decepcionando-se, chorando pelos cantos, e quase duvidando de que algum dia o tão aguardado príncipe, chegaria para tirá-la de lá. Pior do que isso: ela começou a acreditar que não era princesa...e que naquele mundo desconhecido e cheio de gente estranha, várias princesas ali, também o habitavam. O final feliz parecia chegar para todas, menos para ela própria. Daí a constatação: de princesa, voltou a se vestir como gata borralheira e desacreditar que haveria um verdadeiro final feliz reservado para ela naquele inverso conto de fadas. Foi a primeira vez em que sentiu desilusão. Mas, apesar de todas as intempéries do destino, guardava em segredo, um tesouro escondido dentro de si, a pequena borralheira e desiludida princesa, que sonhava toda noite, por breves instantes, com seu grande amor...aquele que a salvaria do mundo real.

Após algum tempo, feitas algumas amizades, a princesa se acostuma com tudo o que lhe cerca e aquele mundo que parecia cinza, a princípio, ia ganhando cores leves, os dias iam se tornando menos chuvosos e "Ai" da bruxa se ousasse a aparecer um sua frente. Essa velha e "esquifoza" iria tomar um safanão bem no meio da cara! Não seria mais um espelho, uma maçã ou coisa que o valha suficientes para enganá-la novamente. Ela cresceu...e descobriu o discernimento, a consciência de sua força e personalidade, incapazes de serem induzidos por qualquer feitiço que fosse.

Um dia, num desses qualquer, quase que numa terça feira chuvosa, a princesa ao dar uma volta, encontra um sapo. Logo pensou..."-Mais um príncipe desenganado para cortar um coração de uma princesa recém criada."

Ela não cairia mais nesse "rabbit - rabbit - rabbit" (onomatopéia forçada) facilmente, pois já fora enganada tantas e tantas vezes pelo seu coração. Se, agora, ele era um sapo, alguma coisa fez para estar naquela condição...e aquele mundo real era tão ilusório, que vários príncipes, quando prontos para resgatar as princesas e recuperar a chave do calabouço escondido no espelho, tornavam-se sapos asquerosos e abandonavam suas donzelas no meio de caminho...com a conversa de que tudo, "rabbit - rabbit - rabbit", havia mudado. 

Dias e dias se seguem, e a princesa se vê encantada de conversar tanto com o sapo e, sempre que possível, eles se encontravam no brejo para continuar o papo, ela e o sapo. Ele era engraçado, exrtrovertido, tinha um jeito leve e inteligente de ver as coisas naquele mundo tão real e distante de sua terra natal, o Faz de Conta. Os dias se tornaram mais coloridos e já nem chovia tanto...e se chovia, ela nem percebia, pois  descobriu o guarda chuvas, a escova progressiva e a chapinha, para jamais estragar o cabelo com meras gotas d´água...Esse sapo nunca tinha sido príncipe, e tão pouco sido enfeitiçado por bruxa alguma de um conto de fadas qualquer, ele era só um simples sapo que andava pelo brejo, dia após dia, feliz com sua condição de anfíbio. Nativo e cidadão do Mundo Real. 

De tanto pular, pra lá e pra cá, o sapo ensinou a princesa, ou melhor, a borralheira princesa, a dançar. E eles pulavam e dançavam, pulavam e dançavam, dançavam e pulavam. Ela nem se dava conta, mas estava se apaixonando pelo sapo, que não tinha castelo, terras, beleza de príncipe e nem uma carruagem. Mas ele era divertido, entendia a princesa, sem que ela precisasse contar-lhe tudo o que se passou. Ele gostava da princesa sem maquiagem e com o cabelo normal, mesmo que ela abominasse a idéia de "natural" perto dele. Afinal, em qualquer conto de fadas que se preze, não há que se falar em bafo, mau hálito, espinha, oleosidade, cabelo com frizz, gordura localizada, celulite ,princesas gordinhas ou magrinhas demais, estrias, poros abertos e sobrancelhas mal feitas. As princesas de lá, acordavam perfumadas, cheias de graça e com seus vestidos perfeitos e reais da Espaço Fashion, Farm, Eclectic, Dress To kill, etc...Ela demorou para aceitar essa visão do príncipe...opa! Quer dizer, sapo!!!!!!Rabbit , rabbit, rabbit!!!!!!

Mas ela cedeu, e percebeu, assim do nada, que as princesas ao seu redor, também eram borralheiras, e era justamente isso que as tornavam princesas!!! Que ironia!!!! Estranho, também, que sua visão havia mudado! Do nada (também) ela começou a ver várias borralheiras princesas andando por aí com sapos....sapos do brejo, assim como o sapo que havia ensinado a princesa a dançar. Como assim?! E essas borralheiras, sem esquecer também, de princesas, desfilavam por aí, magrinhas, gordinhas, normais, baixas, altas e medianas, com seus sapos, APAIXONADAS!!! O Pior é que elas beijavam os sapos, e eles permaneciam sapos. Nada de se tornarem príncipes!! Esse conto de fadas só podia ser pirata!!!! 

A cabeça de nossa borralheira princezinha, nessa hora, deu um nó! Ela gostava muito do sapo dela...mas ele não era príncipe! Nem nunca seria. Aceitá-lo como sapo, seria abrir mão de retornar ao castelo e derrotar a bruxa má. E ela não sabia se realmente gostaria de continuar ali. Afinal...todos os dias ela assistia na TV Encantada, filmes, séries a la Dawson's Creek, Crespúsculo e histórias de princesas, borralheiras, como ela, que encontravam seus príncipes, que tiravam seus pés do chão...e tudo ficava perfeito. Ai, ai ,ai ...que confusão estava a cabeça dessa menina. Nem trilha sonora ela tinha com o sapo saltitante, pensava ela!!!

Mas nem tudo estava perdido. Alguns dias depois, quando menos esperava, enquanto checava sua caixa de e-mail, nossa borralheira ouviu uma música na rádio do reino, Real FM, que imediatamente lembrou seu sapo e tudo o que ele havia ensinado a ela. Bateu uma vontade louca de dançar, mas, além da dança, bateu uma saudade enorme do little frog. Pela primeira vez, ela sentira falta do prínc......OPA, erro de novo, quer dizer, S-A-P-O. Daí, percebeu que não foi a música que fez com que ela lembrasse. Na realidade, ela pensava nele a todo instante,e assim, como bem explicava um carinha Gênio do Reino Antigo, Freud sei lá das quantas, não apareciam somentes as coisas que a lembravassem dele..., mas seu cérebro, borralheiro e real (agora nos dois sentidos), selecionava tudo que passaria por sua percepção....o nome desse treco é uma tal de... Visão Seletiva. O pior de tudo, é que quando ela pensava em seu sapo príncipe, seu coração pulava, e as cores ao seu redor, não ficavam mais cinzas ou escuras. Tudo estava colorido novamente. E para seu susto, quando olhou pela janela de seu quarto, não acreditou no que viu!

Estava diante do seu reino, aquele em que costumava chamar de Faz de Contas...e as princesas caminhavam pelas calçadas com seus príncipes...que  eram SAPOS, e não pareciam ligar para tal discrepância!!! Para sua surpresa, um dos casais anfíbio-humanos, caminhava por uma travessa cheia de espelhos e, quando ela olhou a imagem do sapo refletido no espelho, ao lado de sua donzela, enquanto caminhavam, nossa princesa enxergou um VERDADEIRO PRÍNCIPE. Assustada, correu para o brejo pois precisava urgentemente ver seu sapo, "-rabbit, rabbit, rabbit, rabbit"....ela só queria vê-lo! E ele estava lá, aguardando por ela...verdinho e saltitante como nunca. A princesa, aliviada por ver que seu sapo, permanecia sapo, após entregar-lhe seu coração,percebeu o óbvio: o príncipe dela sempre esteve ali. 

Se eles viveram felizes para sempre...eu não sei....o "pra sempre" é muito, muito, muito longo e distante. Eles viveram o "hoje", sempre o "hoje", até que o "hoje" não bastasse mais. Histórias assim, acontecem a todo instante....princesas escondidas em seus castelos, princesas que acabaram de limpar o espelho do calabouço, sapos saltitantes, cultos, dançarinos, interessantes, príncipes refletidos no espelho e borralheiras princesas que refletem mulheres, verdadeiras mulheres...cheias de enigmas e faz de conta em suas cabecinhas maduras, mas eternamente "reais".

A verdade é que, bom mesmo, é encontrar o sapo. O sapo é verdadeiro, tem defeitos e qualidades como todas nós. E, mesmo sapos, foram capazes de nos fazer apaixonar. A realidade só é cinza se permitirmos que ela seja assim. O espelho refletirá sempre nossa imagem...e o que você pensa de si, é o que você verá. Decifra-me ou te devoro....é isso que encontrará. A grande esfinge ou moral da história. Vivemos em nosso conto de fadas particular...onde a perfeição, está na verdade, na essência de cada um. A princesa, que descobre sua força,garra e autonomia, encanta qualquer sapo, que só tornará príncipe, se, diante de seus olhos, mesmo numa terça, quarta ou quinta feira chuvosas, verde e fazendo "-rabbit rabbit rabbit", sem nome  ou sangue real e com defeitos comuns a todos os mortais, qual seja, SER humano, ainda assim, permanecer, encantavelmente, sapo; um sapinho do qual princesa alguma gostaria de abrir mão...bem melhor do que  príncipe, forjadamente encantado, cheio de falas prontas e P-E-R-F-E-I-T-O. Ora..quem de nós, algum dia conseguirá alcançar tal atributo dotado somente aos Deuses? A verdadeira magia da "bruxa" é nos fazer crer que um príncipe encantado existe e irá chegar para resgatar-nos de um mundo real, onde nossas forças e pensamentos são postos à prova a todo instante. Ora...ela sim representa a grande ilusão de todo o conto,ilusão esta, criada por nós mesmas, em alguma parte do caminho. Somente com o amadurecimento de nossa querida princesa, ao deparar-se com o espelho e perceber que sua história não estava escrita e muito menos planejada como nos livros infantis, ela ousa, mesmo sem saber, a tomar a caneta, lápis, notebook ou PC, para escrever, sozinha, seu caminho e história naquele mundo "Tão Tão Estranho".

Somente assim ela descobre que "ser" diferente não é ruim, não a torna menos especial. A razão de ser princesa é o fato de não existir ninguém no mundo inteiro igual a ela. E, de fato, não existe. Somos todas princesas de diversos contos de fada, cada uma com sua pena e caneta na mão, escrevendo, descobrindo ou esperando encontrar seu espelho mágico. 

Os sapos do reino, são humanos, e o primeiro sinal de amor verdadeiro, é quando, olhamos para um sapo, e o vemos como sapo, mas ainda sim, nos apaixonamos e reapaixomanos, várias e várias vezes seguidas. Somente assim, você descobrirá o verdadeiro príncipe escondido nele e refletido no espelho, pois a princesa amará uma pessoa REAL, em todos os sentidos, longe, bem longe de um faz de contas. Esse pulo do gato, ou melhor, pulo do sapo, é a quebra final do feitiço da bruxa velha.

Para que isso aconteça, a princesa precisa olhar para si e ver o quão nobre,real e única, ela, de fato e de direito, É. Não é pela coroa, pelo  vestido, pelas anáguas, pelos cachinhos modelados que o príncipe sapo se apaixonará. Se assim o for, não passará de um medíocre príncipe, fútil, vazio e que só atua no final, como em quase todos os contos de fada. O príncipe-sapo, não a salva por completo. Ele testará sua força, suas vontades, seus desejos. A verdadeira salvação, vem de você, assumindo seu papel diante de todo o reino e provando que, mais do que Belas Adormecidas, que perdem toda a emoção da história, somos reais, encantadas e despertas, prontas para todo desafio que se puser a nossa frente.

Por isso, chega de KEN's, Príncipes Encantados, Cavaleiros em suas armaduras de prata. Procurem a verdade e a beleza, que se encontra na Fera, no Shrek, no Alladin e nos sapinhos da vida. Nem o Príncipe William, que é PRÍNCIPE, conseguiu sê-lo, sabe por quê? O príncipe é quase um coadjuvante-figurante com três falas no conto inteiro. É bem chato...até o monstro, os esquilos e passarinhos têm mais presença de palco. Ora, já pararam pra perceber?!! Seu sapo príncipe pode estar pulando por aí...com sua coroa escondida e você nem se deu conta disso. Desistam da fada madrinha, ela foi demitida do conto de fadas depois de dar em cima de um príncipe bobão. Acredite no poder da pena sob o Livro Encantado. Aí sim, você encontrará o caminho. 

Nossa história mágica é avessa e perfeita nesse "Imperfeito Mundo Real". A melhor fantasia, é ser você, nesse eterno faz de contas. 
Ao contrário do tradicional, "The end"...ou "Happilly ever After", apenas deixaremos escrito....
                                                                                              

The Beggining....

The rest is still unwritten....

rabbit - rabbit - rabbit.....

Para sempre, "Era uma vez..."

                                                                   


                                                Escrito por: Girly Stuffs.com, Roberta Mansour.

54 comentários:

@Gabi_twittess disse...

uma das histórias mais lindas que já li...

mari disse...

como assim?! Tô suspirando aqui....demais!

Isabella disse...

vc conseguiu falar com todas a meninas, mulheres, adolescentes e garotas.. pra mim, um dos posts mais sensacionais q já li

Anônimo disse...

casa comigo?

Aracelly Cantuario disse...

Adorei simplismente fantástico, já conheci muitos príncipes e realmente todos viraram sapos,Mas infelismente o sapo que conheci se tornou uma sanguessuga parasita nojenta que só incha e cai.Mas posso dizer que encontrei o plebeu que aos poucos descobri ter uma origem muito nobre! rsrs
Lindo deveria sim fazer parte de um livro. abraços

.:.Girly Stuffs.com.:. disse...

MeninasSabidas 8:23pm via WebTWITTER
@Girly_Stuffs" É bom ler textos de ótima qualidade e bom gosto na net ! dá uma sensação de saber!"
----------------------------------------------------------------------
_paulacarreiro 7:55pm via HootSuite
@Girly_Stuffs AII QUE COISA LINDAAA!!!!!! até suspireiiiiii..... !!!to amando seguir seu blog!!!! mto mtooo mesmo!!!!!

vania luiza disse...

Primeiro: quem é o apaixonado do pedido de casamento?!aahahahahaha

Realmente é mto bom ver blog que têm além de informações úteis, um conteúdo fora de série. Cada dia que passa vejo que tem mto além de girly stuffs...

@Glen_Syn disse...

Inacreditável, vc se supera!!! Achei que o melhor post tinha sido o complicadas e perfeitinhas, depois o da dove, depois o do saint germain, e agora tô perdida!!! amei amei amei amei, mil vezes amei!!!!!

@lalima45 disse...

o sapo, o espelho, a princesa, a história....lindo e perfeito!

@_paulacarreiro disse...

Girly Stuffs, vc devia publicar esse artigo em algum outro lugar!!! Espetacular, mesmo!!!!

Anônimo disse...

casa comigo? casa comigo?

Danielle C. F. Barboza disse...

Texto incrível, inteligente e bem real!!! Adorei!!!

Danielle C. F. Barboza disse...

Texto inteligente!!! É isso aí... prefiro os sapos!!! rs...bjs

@mari_denot disse...

viciei no seu blog!!!surpreendente e mto original!!! e concordo com as outras meninas, vc deve publicar em outros lugares!!! demais!!!! Parabénss!!!!
beijos,
mais uma princesa =)

@AdRi_Frans disse...

pedido de casamento anônimo não valeee nehhhhh ?!!! ahauahauaahau
godddddddddd

Daniel A. Rascollo disse...

Daqui a pouco pra te ver vou ter que marcar com a assessoria de impresa!!!rsssss
Já é difícil te ver, agora então...
Só passei pra dizer que estou acompanhando (inclusive os posts apaixonados) e LENDO tudo!
Saudades menininha!! Some não!
Bjus

Anônimo disse...

chorei muito.... um dos textos mais tocantes que li!

.:.Girly Stuffs.com.:. disse...

Só tenho a agradecer a todos vcs, pelos comentários.
Espero continuar escrevendo de um jeito que reflita na vida de cada um que lê os posts, de uma forma especial e muito particular..

Mega obrigada!!!!!
Mil beijos

@ka_zinha_RJ disse...

ESPETACULAR. NÃO TEM OUTRA PALAVRA

lusendra disse...

Tudibom lindona!
Vou chamar o Chico de meu sapo agora pois vc descreveu perfeitamente! Rsssss
Um monte de beijos

Clarinha disse...

Era esse o texto,né?O que posso dizer?Amei!!
O melhor é que os sapos não são encantados, são encantadores, com todas as suas trapalhadas;)

Beijos, Love ya!

Clarinha

Diana Queiroz N. disse...

gente...que coisa mais linda!!!!!

Cláudia Mendonça Sorroha disse...

Um dos textos mais bonitos e profundos que já li sobre o que cada mulher carrega dentro de si. Muito especial seu dom para escrita. Meus parabéns.

Patricia disse...

Uhuuuu, perfeito! Amei querida. Vai fundo que tú vai longe.
De muita sensibilidade, humor, inteligência e verdade
Parabéns!

Denise Risconto disse...

Vc encantou a todos que leram o post.
Um dos textos mais marcantes que li; doce, inteligentissimo, meigo e real.Parabéns princesa escritora. Com certeza vc ajudou várias outras princesas a encontrarem ao menos parte de seus caminhos. O sapo que vc escolheu, é um príncipe de sorte, pois vc, é uma princesa única.
continue assim, seu espaço virtual é fora de série.
beijos

Anônimo disse...

é a quarta vez q entro no blog pra ler esse texto. continuo encantada como se estivesse lendo a primeira vez...

Anônimo disse...

como alguém consegue escrever tão bonito assim?! Meo..é emocionante o post!

Verônica Faustos disse...

Nossa..muito tocante o q vc escreveu. lindo demais e mto íntimo.
demais. Estou indo dormir com uma sensação boa dps do q li. perdi as palavras p elogiar!

Luanda Senna disse...

Muito bem recomendado pelo twitter. cliquei e simplesmente amei. apaixonante e apaixonado.

Helena Majori disse...

dom da escrita singular.
Como não admirar?! Indescritivelmente simples, perfeito e encantador.

Anônimo disse...

sapo de sorte princesa ROBERTA. Eu sei se o sapo e a princesa ainda dançam por aí, mas pra quem fica na dúvida, uma coisa é certa: vc é cada dia mais princesa e mais real. Encanta a todos. Especial e linda. queria ser um sapo pra deixar de ser príncipe aos seus olhos. Só não tenho coragem ainda de dizer isso olhando pra vc... Concordo c os posts: sapo de sorte.

Daniella Ramalho disse...

aiii que fofoooo!!!! Declaração de amor em pleno blog!!! aahahahahaa
Poxa...tb quero um sapo p me apaixonar e um príncipe para me conquistar!!!! ahahahaahah

adorei. mesmo!!!

ps: post perfeito

Drika Marquese disse...

Pq todo mundo se preocupa em saber quem é o sapo eleito da história? O que entendi da mensagem é o que a princesa realiza sozinha. O sapo não é o objetivo do conto, mas a capacidade da princesa em enxergar e valorizar o real e encantador. Acertei?

Amei a declaração de amor e morri de rir com o pedido de casamento!!Será que era a mesma pessoaaa?!!! Isso sim me deixou curiosa!!! ahauaauuahauahau

Beijooo e amei demais o que vc escreveu!

Clarinha disse...

É anônimo...espero que essa princesa, não se sinta mais uma rãzinha e que perceba oque faz bem para ela.
A D O R E I a declaração!;)

Danny disse...

com uma declaração de amor anônima dessas, cadê o sapo para se pronunciar a respeito!!!!! Princesa cheia de mel...
ahahauahaua

Da hora!!!

@isashacn disse...

@isashacn 11:41am via Web
@amoda_mania Adorei o texto...

@CarllaGarciia disse...

@CarllaGarciia 12:11pm via Web
@Superbonita_ Fiquei apaixonada pela historia realmente e td que esta acontecedo comigo no momento. Tenha um bom dia =)

@LovesJDBieber disse...

@LovesJDBieber 3:28am via Web
adorei (:

Raissa Kahn disse...

Own...muito linda a sua história guria...amei :)

Eu coneci o meu sapinho (na verdade sapão) há 2 anos atrás e há 6 meses estamos dividindo o nosso brejo/castelo/apê e somos muitíssimo felizes :)

@bubu_crespo disse...

@bubu_crespo Oct 23, 7:24pm via Web
@amoda_mania Excelente texto, @Girly_Stuffs!!! Belíssima desconstrução do conto de fadas q, mtas vezes, afeta os relacionamentos femininos.

@santajamais disse...

@santajamais 4:08am via Web
Choquei,amei,gostei,apaixonei..CHOREi!

@brunecaf disse...

@brunecaf 2:42am via Mobile Web

Estou a refletir, gostei hehe =)

Rafael Gama Ramilho (@rafinha_BH) disse...

Ae,tem qtos sapos propondo casamento aqui?! Vou fazer diferente: casar ainda não, mas como eu gostaria de te conhecer!!! Que achas?
=p
Beijos,

Rafael

@srta_caah disse...

@srta_caah

super legal o blog, vlw =D

Nara Karina disse...

Simplesmente maravilhoso!!! A minha história, sem dúvidas!!!!! Vou mostrá-la para o Shrek! (Sim, este eh o apelido dele...) rsrs

@Valzinha_core disse...

@Valzinha_core 12:00am via Web
AHASOUUUUUU nossa vou mimi pensando nesse texo...muito lindo mesmo ,Parabéns!!!!

@narinha_karina disse...

@narinha_karina Oct 31, 10:03pm via Web
Nem precisa dizer que esse post UM CONTO QUASE DE FADAS vai merecer RT e Favourite, neh? Mto bom mesmo!!! Minha história tá aí

Mara Farias disse...

Esse é o verdadeiro conto de fadas do século 21,a história de casa mulher está definida em suas palavras.
Parabéns pelo texto maravilhoso que li.

www.acaradapoesia.blogspot.com

@HELBERTHNEVES disse...

@HELBERTHNEVES 1:38am via Web

@E_stilo ...gostei muito do blog parabéns obrigado pela dica..seguirei sempre.

@crispassinato disse...

@crispassinato 1:12am via Web

@Superbonita_ adorei, obrigada

@MignonJess disse...

@MignonJess 7:41pm via Web

mto lindo esse post .. *OOOOOOOOOOOO*

@aboutmaye disse...

@aboutmaye 8:45pm via Web

@amoda_mania que lindo o post *-*

Ana Karen Leite disse...

Não é lá essas coisas de real, nem todas conseguem sapos, ou monstros ou príncipes. Real é saber que não se deve girar em torno de achar alguém, e sim de viver sua própria vida, com autonomia. Se você souber quem você é, e gostar de si.. não importa o que vem dos outros.

@LaisDesiderio 12:29am via Web disse...

@LaisDesiderio 12:29am via Web



"Aonde estaria o príncipe encantado pra resgatá-la dali? Seria ele a promessa de amor verdadeiro e garantia de um final feliz?"@Girly_Stuffs

Related Posts with Thumbnails